• Vivian Previdelli

(Especial) A origem da Data e a importância do Estudante de Direito na sociedade


No Brasil, o Dia do Estudante de Direito é comemorado anualmente em 19 de maio, em homenagem à figura de Santo Ivo (Ivo Hélory de Kermartin), considerado pela Igreja Católica o "Padroeiro dos Advogados".


Com sua sabedoria, imparcialidade e espírito conciliador, Santo Ivo desfazia as inimizades e conquistava o respeito até dos que perdiam as causas. A defesa intransigente dos injustiçados e dos necessitados deu-lhe o título de Advogado dos pobres.


Por isso, a data do estudante de Direito é comemorada na data de sua morte, como uma forma de homenagear o esforço e a dedicação de uma figura que contribuiu substancialmente para a evolução e desenvolvimento do direito e do acesso à justiça pelos mais necessitados.


A data também é uma forma de homenagear os acadêmicos da área, que possuem a missão de estudar os principais diplomas legais, além de memorizar as principais regras e normas que regem a sociedade.


Além do estudo das normas, o estudante de Direito ainda deve estar familiarizado com todas as exceções presentes nos ordenamentos jurídicos. Afinal, quem é acadêmico sabe, que para toda regra existem milhares de exceções.


É por isso que o estudante de Direito aprende desde cedo que a resposta certa para qualquer questionamento é sempre se limitar a dizer “depende”. Isso porque, no direito, geralmente, existe uma determinação legal, para qual existe uma exceção, para a qual existe um posicionamento jurisprudencial e outro posicionamento doutrinário.


Veja bem, não é que gostamos de responder “depende” para tudo, mas é que são tantos posicionamentos divergentes que raramente existe uma matéria que seja pacificada para que possamos proferir uma resposta concreta. Mas é claro, tudo depende.

Sem dúvidas, o estudante de Direito é fundamental para a manutenção da justiça, afinal, os estudantes de hoje serão os advogados, procuradores, delegados e promotores de amanhã.


Em conclusão, ser acadêmico de Direito é empenhar todos os seus esforços no aprendizado de normas (e exceções) destinadas a melhorar a vida de toda uma sociedade. É acreditar na instituição da justiça como meio para conquistarmos um mundo melhor.


Escrito por Vivian Previdelli